terça-feira, 13 de maio de 2008

V Tradições, o rescaldo...

A TFFLUP – Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto, foi a vencedora deste grande fim-de-semana por terras da capital a pretexto do V Tradições – Festival de Tunas Femininas do Isel organizado pela Tuna Feminina do Isel.

Ainda que já tarde, o povo cá de cima (eu, Bruno e Panamá) chegamos a terras da capital mesmo a tempo da festa que ia dar início ao programa do V Tradições, num dos grandes ícones académicos da cidade de Lisboa - o Real República de Coimbra. Depois de uma breve actuação da tuna da casa, cada tuna deu um mini espectáculo, antecipando o grande festival que por ai vinha…

Tuna Feminina do Isel

Tuna Feminina da Facudade de Letras do Porto

Tuna Feminina de Biomédicas do ICBAS

Tuna Feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro

O programa de sábado à tarde decorreu com os habituais jogos tradicionais e torneio de matrecos. Ali mesmo ao lado também se comia uns caracóis e umas belas bifanas com uma cervejinha fresquinha antevendo a noite que por ai vinha e, passando-se assim uma bela tarde…

O espectáculo começou com a actuação da Estudantina Académica da Isel que com um bom espectáculo aqueceram o público para o rol de tunas que se seguiria.


A primeira tuna a actuar foi, vindas directamente do Monte da Caparica, a In Spiritus Tuna - Tuna Feminina de Cooperativa Egas Moniz. A sua actuação iniciou-se com uma adaptação da “Rua das Gáveas” de Vitorino seguida de um original “Os anos da faculdade”, “Fado Português” intemporalizado por Amália seguido de “Shot” como instrumental. Prosseguiu com “Capas Negras”, mais um original dedicado a todos os finalistas terminado com mais um original, o seu hino “InHistórias”.


A segunda tuna a subir a palco veio directamente da grande Invicta, TFFLUPTuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Iniciou o seu espectáculo com uma interpretação de “ Minas com Bahia”de Daniela Mercury seguindo-se de “Foi Deus”. De seguida tocou o seu medley composto por músicas do cinema português seguido do instrumental “Holiday in Rio”. Tocaram de seguida o tema “Faculdade” dedicado a todas as finalistas e para terminar o seu hino, “Serenatas a Ninguém”.


Depois de um pequeno intervalo, onde se bebeu uns copos e se trocou duas ou três de conversa com as caras conhecidas que iam aparecendo, seguiu-se a actuação da Tuna Feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro. Iniciaram a sua actuação com uma interpretação de “Chuva” de Mariza seguida de “Sol Nascente” de Teresa Salgueiro. Interpretaram depois um original “Ria Sentida”, uma serenata à ria de Aveiro com uma mostra de fotografias da cidade, seguida do instrumental “Capa Negra” também original. Para terminar interpretaram o conhecido tema tradicional dos Açores “Chamateia” e por fim “Hoy” de Gloria Estafan.


A quarta tuna a actuar veio também da nobre cidade invicta, a Tuna Feminina de Biomédicas do ICBAS. Iniciou a sua actuação com uma música sul-americana “Historia d’un amor” de Carlos E. Almaran seguida de “Porto, Cidade Amada”. De seguida outra musica sul-americana “Afonsina y el mar” seguida de um instrumental com ritmos quentes do Brasil e por fim uma adaptação do tema “Amanhã de manhã” das Doce com uma adaptação das Amarguinhas.


A apoteose da noite foi, como não podia deixar de se esperar com a actuação da tuna da casa – Tuna Feminina do Isel – com temas como “Rapazote” “Ode à Tuna” e “Desfolhada”.


E os resultados do V Tradições foram:

- Torneio de Matraquilhos: Tuna Feminina de Biomédicas
- Jogos Tradicionais: Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto

- Melhor Apresentação: Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto
- Prémio Público: Tuna Feminina de Biomédicas

- Melhor Solista: Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto
- Melhor Serenata: Tuna Feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro
- Melhor Instrumental: Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto
- Melhor Bandeira: Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto
- Melhor Pandeireta: Tuna Feminina de Biomédicas
- Tuna Mais Tuna: Tuna Feminina de Biomédicas

- 2ª Melhor Tuna: Tuna Feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro
- Grande Prémio V Tradições : Tuna Feminina da Faculdade de Letras da Universidade do Porto


A noite continuou noite dentro no Loft e nas Roulotes, ali mesmo, em plena 24 de Julho...

Aqui ficam, mais uma vez, os meus agradecimentos às meninas da TFISEL, um beijinho especial à Joana dos autocarros, das senhas, das credenciais, enfim… Obrigada Joana. Obrigada também aos companheiros destas festas, o meu amorzinho e a amiga Panamá, ahhh e à maluka da Gabi que ainda chegou a tempo dos Caracóis e ao amigo Astromar da Tusófona pela companhia. E claro, a todos os que se cruzaram connosco nestes dias de festa, tradição e espírito académico.


5 comentários:

Panamá disse...

Um grande resclado de um grande fim de semana. jokas

Carolina disse...

So falta que o homem dos caracóis tivesse umas moelinhas... :)

Panamá disse...

lolololol, mas lá se redimiu cõm as bifanas.

TFISEL disse...

sera possivel enviarem as fotos que tem do festival para Smalhao@sapo.pt, mail da menina das chaves :) obrigadissima e espero que se tenham divertido :)

Anónimo disse...

Meninas, não é Afonsina y el mar mas sim aLfonsina y el Mar! bjokas