sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

XI Tudo Isto é Tuna...



Local: Porto, Grande da FEUP
Data: 19 de Dezembro
Tuna Anfitriã: Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Porto

A TUNAFE - Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Porto, tem o prazer de anunciar mais um Festival de Tunas Femininas de Engenharia - XI Tudo Isto é Tuna - que terá lugar no próximo dia 19 de Dezembro, no Grande Auditório da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP).

Mais um festival que proporcionará o convívio entre Tunas Femininas e a aproximação destas à Academia do Porto e aos portuenses, direccionado, assim, a todos aqueles que primam pelo espírito académico e tem um carinho especial pela música.

O XI Tudo Isto é Tuna contará com a presença de cinco Tunas Femininas a concurso:

•ATITUNA - Tuna Feminina da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto
•TFEnfP - Tuna Feminina de Enfermagem do Porto
•TFUCP - Tuna Feminina da Universidade Católica Portuguesa - Porto
•TFB - Tuna Feminina de Biomédicas
•LEGISLATUNA - Tuna Feminina da Faculdade de Direito da Universidade do Porto

Para além das Tunas Femininas a concurso poderá também desfrutar de mais uma fantástica actuação da Tuna de Engenharia da Universidade do Porto (TEUP), os seus padrinhos, e como não poderia faltar, a actuação da Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Porto.

Mais informações em:
http://www.tudoistoetuna.pt.vu/

III "Por Terras do Sado", o rescaldo...


Foi nos dias 11 e 12 de Dezembro que decorreu a III edição do festival de tunas “Por Terras do Sado”.

A TRANSMONTUNA, Tuna Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, foi a grande vencedora deste fim-de-semana por terras do nosso grande Bocage!

A recepção das tunas deu-se junto à Soc. Musical Capricho Setubalense, onde por entre umas cervejinhas e um pezinho de dança ao som de uma boa musiquinha popular, a cargo das “Bombocas”, se deu o mote para o convívio entre as várias tunas participantes bem como para todos os amigos da T.A.S.C.A. que ali se encontravam. Ainda com um pequeno atraso, segundo a programação, seguiram-se as serenatas e a estas a festa de abertura do "III Por Terras do Sado", que continuou noite dentro na Discoteca Design.







No dia seguinte, após umas poucas horas de sono, e já com o estômago bem forrado, deu-se o Passa-calles previsto na programação, onde as tunas mostraram um pouco da grande noite que se antevia…

A abertura do festival esteve a cargo de um grupo de gaita-de-foles seguida de uma “mini” actuação da tuna da casa.

A primeira tuna actuar veio da nobre cidade invicta, a TDUP - Tuna do Distrito Universitário do Porto. Com cerca de 16 elementos em palco, iniciou a sua actuação com um tema da Infantuna “Navegamos a Cantar” seguido do seu original “Meu Porto sem Par”, onde se destacou a prestação dos seus pandeiretas. Prosseguiu com o animado tema cubano “La Negra Tomasa” seguido de “Capa Negra” e “Aquella Tarde” onde se destacou o seu solista. Terminou com o conhecido tema “Casa Portuguesa”, saindo de palco com o tema “Raparigas Belas”.



Seguiu-se a TAFUL - Tuna Académica de Farmácia da Universidade de Lisboa. Com cerca de 20 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com o seu instrumental original “Aturotu” seguido de “Lisboa um Canto de Saudade” onde se destacou a prestação do seu estandarte. Prosseguiu com o conhecido tema “Balada das Sete Saias” seguido do também já conhecido ”Sr. Doutor”, terminando a sua actuação com o seu hino “Farmácia Vem à Rua”.




A terceira tuna a concurso foi a BRUNA - Tuna Académica da Universidade Internacional da Figueira da Foz. Com cerca de 18 elementos em palco iniciaram a sua actuação com o seu instrumental seguido de “Navegantes”. Seguidamente interpretou uma bonita serenata “Maria” seguida de um hino à Figueira “Canção da Figueira” terminando com uma interpretação do tema “My way”.

Por fim, a concurso, esteve a TRANSMONTUNA - Tuna Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Com cerca de 22 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com o seu instrumental seguido do tema “Chuva”. Prosseguiram com “Eterna Cidade” onde se destacou os seus pandeiretas, seguido do tema “Muñequita Linda” onde se destacou a destreza vocal do seu solista… Para terminar interpretaram o seu hino, mais conhecido por “Cante-s’ o Hino” seguido do seu animado F.R.A.



A terminar a noite, subiu a palco a tuna da casa, a T.A.S.C.A. - Tuna Académica de Setúbal Cidade Amada. Com cerca de 25 elementos em palco iniciaram a sua actuação com uma versão dos Hands on Aprouche “Não me vês, não me ouves” seguido do tema “A mais bela prenda”, terminado a sua breve actuação com “Prova Oral”.



No fim o júri decidiu…

Melhor Solista: TDUP, Tuna do Distrito Universitário do Porto
Melhor Estandarte: TAFUL, Tuna Académica de Farmácia da Universidade de Lisboa
Melhor Instrumental: TRANSMONTUNA, Tuna Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Melhor Pandeireta: TRANSMONTUNA, Tuna Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
Melhor Passa-calles: TRANSMONTUNA, Tuna Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro


Melhor Serenata: BRUNA, Tuna Académica da Universidade Internacional da Figueira da Foz
Tuna Mais Tuna: TAFUL, Tuna Académica de Farmácia da Universidade de Lisboa


Melhor Tuna: TRANSMONTUNA, Tuna Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro


A noite foi longa, continuando noite dentro pela Discoteca Mesh-t.

Oh pra mim a repetir-me outra vez… Talvez se houvesse menos competição e mais espírito tunante as coisas fossem sempre assim, como neste fantástico fim-de-semana Por Terras do Sado… um local comum de encontro e reencontro de amigos.

Muitos parabéns à T.A.S.C.A.!!!






Ps: Por lapso, o porque o verdadeiro fotografo não esteve presente, não temos nenhuma fotografia da actuação da Bruna, por tal pedimos desculpa.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

III Por Terras do Sado, o rescaldo...

Por ora os resultados:


Melhor Solista: TDUP
Melhor Estandarte : TAFUL
Melhor Instrumental: TRANSMONTUNA
Melhor Pandeireta: TRANSMONTUNA
Melhor Pasacalles: TRANSMONTUNA

Melhor Serenata: BRUNA
Tuna Mais Tuna:TAFUL

Melhor Tuna: TRANSMONTUNA

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009


Local: Setúbal, Auditório da Anunciada
Data: 11 e 12 de Dezembro
Tuna Anfitriã: Tuna Académica de Setúbal Cidade Amada (T.A.S.C.A.)

A Tuna Académica de Setúbal Cidade Amada (T.A.S.C.A.), da Escola Superior de Ciências Empresariais do Instituto Politécnico de Setúbal, vai voltar a realizar este ano o seu Festival de Tunas, evento este que reflecte o ponto alto de uma tuna. Assim, o III Festival de Tunas, “Por Terras do Sado”, vai decorrer já no próximo fim-de-semana, dias 11 e 12, em vários pontos da cidade, tendo como pontos altos as noites de sexta-feira dia 11, no largo da Misericórdia junto à Capricho Setubalense e a noite de sábado, dia 12, no Auditório da Anunciada.

As tunas que irão abrilhantar esta terceira edição do Festival "Por Terras do Sado" são:
- TDUP - Tuna do Distrito Universitário do Porto
- TUNA BRUNA - Tuna Académica da Universidade Internacional da Figueira da Foz,
- TRANSMONTUNA - Tuna Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro
- TAFUL - Tuna Académica de Farmácia da Universidade de Lisboa

Os prémios a concurso são vários, nomeadamente para a melhor tuna, melhor serenata, melhor solista, melhor passa-calles, tuna mais tuna, melhor instrumental, melhor pandeireta e melhor porta-estandarte.

Quanto à programação, a mesma tem início marcado para as 21.30 horas de sexta-feira, no largo da Misericórdia, com a festa de recepção às tunas seguindo-se, à meia-noite, um momento de serenata, naquele mesmo local. Por volta da 1 hora tem início a festa do design.

Para sábado, está marcado um passeio pela baixa da cidade, que terá início às 15 horas e ao final da tarde, às 19 horas, realiza-se um jantar de confraternização. O Festival de Tunas vai ter lugar às 21.30 horas no Auditório da Anunciada e, à 1 hora começa a festa do Mesh-t.

Resta acrescentar que o preço dos bilhetes para o Festival é de dois euros para estudantes e sócios do Vitória de Setúbal, sendo a entrada gratuita para crianças até aos seis anos. Para os restantes cidadãos o preço é de três euros. De salientar, ainda, que um euro de cada um dos bilhetes adquiridos reverte para as Irmãs Missionárias da Caridade de Setúbal - Irmãs da Madre Teresa de Calcutá.

Mais sobre o evento em http://www.porterrasdosado.blogspot.com/
Organização: T.A.S.C.A. - Tuna Académica de Setúbal Cidade Amada
Escola Superior de Ciências Empresariais Rua Vale de Chaves, Estefanilha Setúbal
Telefone: 96 658 13 85
Fax: 265709314
E-mail: tasca@mail.pt
Website: http://www.tasca.web.pt
Hi5: http://TASCAESCE.hi5.com



Local: Viseu 
Data: 11 e 12 de Dezembro
Tuna Anfitriã: Infantuna Cidade de Viseu

 
A próxima edição do FITUV decorrerá nos próximos dias 11, 12 e 13 de Dezembro, na Senhora da Beira.

Tunas a concurso:
  • Copituna - Tuna Académica da Guarda
  • Neptuna - Figueira da Foz
  • Luz & Tuna - Lisboa
  • Estudantina Académica do ISEL - Lisboa
  • Castra Leuca - Castelo Branco
Extra-Competição:
  • Viriatuna - Viseu
  • Estudantina de Viseu
Organiza:

  • Infantuna Cidade de Viseu

XVI Celta...


Data: 11 e 12 de Dezembro de 2009
Local: Braga, Theatro  Circo
Tuna Anfitriã: Azeituna

Nos dias 11 e 12 de Dezembro de 2009, a Azeituna apresenta o XVI CELTA no Theatro Circo em Braga. O tema deste evento é o Cabaret, prometendo trazer muita cor e uma forte componente cénica às actuações dos participantes.

Este ano escolhemos o tema Cabaret pela variedade que este tem por definição e talvez por em Junho deste ano termos tocado, na nossa digressão, no Cabaret Palais Mascote em Genebra. Queremos que se oiça boa música tocada e cantada em português, mas também queremos que todos se divirtam e que sintam vontade de estar sempre presentes no Certame Lusitano de Tunas Académicas.

De certeza que o ambiente proporcionado por este contexto incentivará muito a imaginação dos participantes e certamente criará momentos únicos para um espectáculo de variedades burlescas inesquecíveis. Simultaneamente o público será também envolvido por um ambiente vintage que despertará a atenção e dará uma dinâmica especial ao espectáculo.

Estamos certos de que, à semelhança das anteriores edições, este XVI CELTA irá ser um sucesso dada a qualidade das Tunas participantes e também graças à alegria do viver minhoto que o público sempre faz questão de mostrar.


Tunas a Concurso:
- Estudantina Universitária de Coimbra
- Estudantina Universitária de Lisboa
- Hinoportuna - Tuna Académica do Instituto Politécnico de Viana do Castelo
- Magna Tuna Cartola de Aveiro
- TEUP - Tuna de Engenharia da Universidade do Porto
- TUIST - Tuna Universitária do Instituto Superior Técnico
- Tuna da Universidade Católica Portuguesa - Porto
- Tunadão 1998 - Tuna do instituto Politécnico de Viseu


Tuna extra-concurso:
- Tuna Universitária do Minho

Participação Especial:
Mais do que apenas um festival de tunas o CELTA procura ser um Espectáculo procurando ir buscar riqueza à inovação e diversidade. Para enquadrar o tema escolhido para este ano e aproveitar toda a sua riqueza cénica contamos com a presença especial do Cais do Sodré Cabaret!.

Este grupo nasceu de uma enorme vontade de criar animações alternativas de forte componente retro, que façam respirar o ambiente dos cabarets europeus do início do século XX. As coreografias musicais "à moda de Hollywood" na tradição do vaudeville, com especial atenção à arte do "burlesque", que além dos clássicos habituais, engloba ainda o sensual vintage strip-tease. Do baú dos tempos surgem algumas das vertentes mais carismáticas dos antigos cabarets burlescos, como o tradicional can-can, charleston, dança de leques, entre muitos outros!

Será incontornável referir que o croomer é o conhecido Gimba (Músico e animador, ex-vocalista dos Afonsinhos do Condado, baixista dos Irmãos Catita, co-apresentador do Cabaret da Coxa com Rui Unas)

Lançamentos:
Em termos de realização este foi também um ano de concretização de alguns projectos ambiciosos. Para além dos muitos espectáculos, festivais e habitual digressão vimos o fruto do trabalho do XV CELTA ser editado e reunimos muita música que há tanto queríamos editar num CD. O ano de 2009 será sempre marcado pela enorme satisfação com edição de um CD intitulado "Percursos" e um DVD com os melhores momentos do XV CELTA realizado no Theatro Circo.

Programa:
O programa de festas do CELTA ultrapassa sempre o espectáculo em si existindo uma semana bastante rica em eventos. Deste modo, as comemorações irão arrancar de forma mais oficial com o lançamento do CD "Percursos" no sábado dia 5 pelas 17 horas na FNAC do Braga Parque. Outro momento relevante será a actuação no dia 7 à noite no BA (Bar da Associação). Um simbolismo especial é atribuído à noite de dia 8 em que a Azeituna irá efectuar uma noite de serenatas dando assim relevo a um dos principais fundamentos de uma tuna: cantar e encantar belas donzelas.


Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009
19h00 - Jantar na Cantina de Sta. Tecla
21h30 - Espectáculo do XVI CELTA - Theatro Circo
01h30 - Cabaret! no POPULUM

Sábado, 12 de Dezembro de 2009
14h00 - Banquete no Insólito Bar
19h00 - Jantar na Cantina de Sta. Tecla
21h30 - Espectáculo do XVI CELTA - Theatro Circo
01h30 - Cabaret! no POPULUM


Bilheteira:
Preços
Estudante e Antigo Estudante * - 1 dia 6 €/ 2 dias 10 €
Não Estudante - 1 dia 9 €/2 dias 18 €

* - mediante apresentação de cartão comprovativo


Informações:
www.azeituna.pt | www.youtube.com/azeituna
mail@azeituna.pt | azeituna25@gmail.com
Tel/fax: 253 610 738 Tlm: 91 628 76 27 / 96 181 36 85 / 96 693 61 75
Credenciação de Imprensa - Enviar e-mail para azeituna25@gmail.com

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

VII FITAM, a reportagem...


Foi nos dias 4 e 5 de Dezembro que decorreu a VII edição do FITAM – Festival de Tunas do IPAM, Cidade de Matosinhos.

O Real Tunel Académico – Tuna Universitária de Viseu, foi a grande vencedora deste fim-de-semana por terras de horizonte e mar!

O FITAM deste ano foi precedido, logo na sexta-feira, pelo 1º Encontro de Tunas Académicas de Matosinhos, o ETAM. O encontro teve lugar no auditório da Obra do Padre Grilo em Matosinhos, e contou com a presença da Tuna Académica de Oliveira do Douro, ARTUNA – Tuna da ESAP (Porto), Horizontuna – Tuna Feminina de Matosinhos, K’rica Tuna – Tuna Feminina de Enfermagem de Oliveira de Azeméis e com a Tuna do Distrito Universitário do Porto. O clima era de festa e muita animação antecipando um grande fim-de-semana…





A recepção das tunas participantes no VII FITAM deu-se na C.M. Matosinhos, onde por entre umas belas de umas castanhas assadas e o belo do porco no espeto, para além da bela musiquinha do Sr. José Barbosa foram o mote para um grande convívio entre as várias tunas do FITAM e do ETAM, bem como de todos os amigos da TAIPAM que ali se encontravam.

Já com estômago bem “forrado”, deu-se início às serenatas na escadaria da antiga biblioteca Florbela Espanca. A chuva não colaborou, pelo que algumas tunas tiveram que fazer a sua serenata na C.M. Matosinhos.











A festa continuou noite dentro na Discoteca Bjekas. Depois de umas poucas horas de sono, o acordar foi difícil… como se pode ver pela caras de alguns membros da TAIPAM (descupem lá mas tinha mesmo de as pôr, lolol)...



Depois de um belo repasto o Passa-calles previsto na programação, tornou-se “Passa-atrium” na C.M. Matosinhos, mais uma vez devido à chuva que teimava em não amainar…, seguindo-se da recepção das tunas no salão nobre da C. M. Matosinhos por parte do Vereador da Cultura Dr. Fernando Rocha e pela Dra. Cristina Pacheco, responsável pela Divisão da Juventude.

As tunas seguiram então para o Teatro Constantino Nery, a fim de realizarem o Soundcheck, juntando-se novamente num animado jantar.

Ainda que com o atraso da praxe, deu-se então início à VII edição do Festival de Tunas no IPAM – Cidade de Matosinnhos. Como já é apanágio neste festival, a população de Matosinhos acorreu em peso. A sala estava completamente lotada, salientando-se ainda, as fantásticas condições de luz e som.


A primeira tuna a actuar foi a Dolphituna – Tuna Feminina do IPAM, afilhadas da tuna da casa. Iniciou a sua actuação com a música tradicional “Senhora do Almortão”, seguida de “Senhor Vinho” e “Lendas do rio Douro”, terminando a sua actuação com “Todas as ruas do amor”, dos Flor-de-lis.



A primeira tuna a actuar a concurso foi a Tuna Académica de Biomédicas ICBAS | UP. Com cerca de 28 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com uma pequena interpretação instrumental dos Muse, “Knights of Cydonia” seguida de uma música tradicional mirandesa “Chin glin dim” e de uma marcha popular “Cidade do Porto”. Seguiu-se com o seu instrumental, um medley de músicas italianas “Sonho Napolitano”, onde se destacou a prestação dos seus porta-estandartes. Prosseguiu com um original ”Trova” terminando com o seu hino “Memórias de um Tuno”, onde se destacou a prestação das suas pandeiretas.





A segunda tuna a concurso foi a Tuna de la Universidad Autonoma de Madrid. Com cerca de 16 elementos em palco iniciaram a sua actuação com um brinde cantado “Nostras copas” seguido de uma música tradicional do cancioneiro espanhol “Por la calle de Alcalá”. Prosseguiu com uma música tradicional boliviana “Luz de amanhecer” e com uma música das Canárias “Isla Mia”. Terminou a sua actuação com o conhecido tema “Amanhecer boricano” e com uma música de Porto-Rico “Nochecita Madriliña”.




A terceira tuna a concurso foi a Tuna de Tecnologia da Saúde do Porto. Com cerca de 25 elementos em palco iniciou a sua actuação com uma música boliviana (desculpem, mas não reti o nome) seguida de uma versão do “Movimento perpétuo associativo”, dos Deolinda e do seu instrumental, uma tema judaico “Hava Nagilda” onde se destacou a prestação do seu pandeireta, seguida de uma adaptação de uma tema de Rui Veloso. Prosseguiu com “Madrugada”, onde se destacou a prestação do seu solista e com um tema italiano “Bella ciao”, terminando a sua actuação com um fado “Duas Cidades”.






Depois de um curto intervalo subiu a palco a Tuna Académica do Instituto de Engenharia do Porto. Com cerca de 20 elementos em palco iniciaram a sua actuação com um original “Mulher Tripeira” ode se destacou a prestação dos seus pandeiretas e dos seus porta estandartes, seguido de uma interpretação em jeitos de serenata do tema “Vocês Sabem Lá”. Prosseguiu com o seu instrumental “La Rosa y el Volcan”, uma interpretação de do tema “Mãe Negra”, onde se destacou a prestação do seu solista, terminado a sua actuação com o seu conhecido tema “Porto, Vinho e Lugar”.






Por fim, a concurso, esteve o Real Tunel Académico – Tuna Universitária de Viseu. Com cerca de 25 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com “Menina da capa preta” seguido do seu original “Rua escura 43”. Prosseguiu com “Viseu, Terra Nova”, onde se destacou a prestação dos seus pandeiretas, e com o seu instrumental “Trilhos”, destacando-se, e perdoem-me todos os outros, a prestação dos seus cavaquinhos. Seguiu-se com a sua serenata “Serenata a um Anjo”, onde brilhou o seu solista e com “Homenagem a Hilário”, saindo de palco com a já conhecida música das “Borboleta de capa preta e fita azul”.






Para terminar este fantástico espectáculo, subiu a palco a tuna organizadora deste festival, Tuna Académica do IPAM – Cidade de Matosinhos. Com cerca de 30 elementos em palco iniciaram a sua actuação uma conhecida música italiana “Funiculi Funicola” seguida da tradicional “Ai Rapariga”. Em seguida interpretou o tema “Canoas do Tejo” e para terminar, o grande hino à cidade de Matosinhos “Oh Senhora de Matosinhos”.








No fim o júri decidiu…
Melhor Solista: Real Tunel Académico - Tuna Universitária de Viseu
Melhor Estandarte : Tuna Académica do ISEP
Melhor Instrumental: Real Tunel Académico - Tuna Universitária de Viseu
Melhor Pandeireta, Prémio "Nuno Amorim": Tuna Académica do ISEP
Melhor Pasacalles: Real Tunel Académico - Tuna Universitária de Viseu
Tuna Mais Tuna: Tuna de la Universidad Autónoma de Madrid
2ª Melhor Tuna: Tuna Académica do ISEP
Grande Prémio VII FITAM: Real Tunel Académico - Tuna Universitária de Viseu

A noite foi longa, continuando noite dentro pela Discoteca Blá Blá.
Sei que me repito constantemente mas, talvez tenha tido sorte… mas para mim, e dada vez mais, os festivais de tunas não são competições, são um local comum de encontro e reencontro de amigos. O espírito que se sentia era fantástico, cheio de alegria, tradição e espírito académico aliado ao mais nobre espírito tunante.

Muitos parabéns TAIPAM, e claro, até para o ano!



Por fim resta-me ainda agradecer:

TAIPAM: Já sabem… enquanto puder, vão continuar a ver por terras de “horizonte e mar” uma moça com o traje NÃO descolorado pelo sol :), mas sim azul! Obrigada por tudo.

VIA: Muito obrigado do fundinho do coração! Sem dúvida que a arte de bem receber é apanágio da vossa tuna! Posso dizer com toda a certeza que foi como estar em casa, em família!

WILSON: Ao nosso guia, que nos acolheu de braços abertos na sua casa, oferendo-nos ainda um fantástico passeio pela Foz e claro, uma visita às belas das Francesinhas! Obrigado mesmo!

SR. ANDRÉ: Já pensou em adoptar um GPS portátil??? Tenha lá cuidados com os Éclaires que está visto que lhe fazem mal à tensão… lololool….

BARRENTO: És uma menina… lolol… e eu um menino!!! Adoro-te, BJK.

ATITUNA: É Feta, é Feta e ninguém drome!!! Fantástico Furnas, estou orgulhosa de teres sobrevivido a mais um FITAM :)

HORIZONTUNA: Força meninas! Tenho a certeza que nos vamos encontrar muitas mais vezes por essa Portugal.

Cátia e Elsa de LETRAS: As nossas guias da noite de Matosinhos! Foram fantásticas! Até qualquer dia…


Bem, e por fim…
GABI: Poderiam as TÚNICAS existir sem TI???? Talvez pudessem (o que eu não acredito), mas NÃO ERA A MESMA COISA… Tenho saudades tuas!!!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Cantar de Estudante...



Data: 5 de Dezembro de 2009
Local: Coimbra, TAGV
Tuna Anfitriã: Tuna de Medicina da Universidade de Coimbra


A 1ª Edição do Festival da TMUC, "Cantar de Estudante" irá realizar-se no Teatro Académico Gil Vicente, no dia 5 de Dezembro de 2009, às 21h. O Certame terá a concurso:

- Tuna Camoniana In Vino Veritas da Universidade Autónoma de Lisboa;
- anTÚNiA, Tuna de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa;
- Tuna Universitária do Minho;
- Tuna de Medicina do Porto;

Tunas Extra-concurso:
- As Mondeguinas, Tuna Feminina da Universidade de Coimbra;
- Tuna Feminina de Medicina da Universidade de Coimbra.

Tuna Organizadora e Actuação Final:
- TUNA de MEDICINA de UNIVERSIDADE de COIMBRA.


Bilhetes já à venda no TAGV


quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

VII Moura Encantada, a reportagem...


Foi no passado fim de semana de 20 e 21 de Novembro que se realizou mais uma edição do Moura Encantada, a 7ª, realizada pela Feminis Ferventis.

Apesar de ser na cidade de Faro, o frio fez-se sentir, mas nada que as Tunas não o soubessem combater. As Tunas foram chegando aos poucos e Faro e encontraram-se todas na festa que se realizou no BA com muita folia e animação até o sol raiar.

Depois de umas horas de repouso rumou tudo para o almoço na cantina da Penha e seguiram para as Gambelas, onde se realizariam as restantes actividades do Festival, nomeadamente os jogos e o festival. Depois do jantar as Tunas estavam a postos para mais um Moura Encantada.

A abrir o festival esteve a Versus Tuna - Tuna Académica da Universidade do Algarve, muita animada e apresentando-se apenas com repertório original, iniciando com o instrumental “Variações Para Bandolim em Si Menor”, seguido de “Moura Encantada” em que foi apropriado para o Festival e com o solista a puxar pela sua voz. Terminaram a actuação com "Noites em Tuna" com muita garra e pandeiretas e bandeiras a fechar a performance.

A 1ª Tuna a concurso veio da Madeira, a Tuna D'Elas - Tuna Feminina da Universidade da Madeira, apresentou-se como habitual, com um sketch de entrada a dar o mote para o seu "Hino", original, com direito a tudo: pandeiretas, estandartes e pelo meio um bailinho versão Madeira. Em seguida acalmaram as hostes com "Haja o Que Houver", com 2 solistas a intercalarem-se e complementarem-se ao longo da música. Em seguida o seu Instrumental, "Melodias de Offenbach" dando um bom espectáculo e também com as pandeiretas e bandeiras a ajudar a festa. Seguiram-se com mais um original, "Boémia" e para terminar em grande com "Passa a Tuna", também original.

Em seguida, veio a Tuna Académica Feminina da Universidade de Évora, que iniciaram a sua actuação com "O Ferreiro" e seguiram com o original "Madrugada". Seguiu-se "Laurindinha" em que se destacam os arranjos vocais e depois deram o mote para o seu tema Instrumental de bom nível, mas muito curto. Continuaram com mais um arranjo original "Amores de Estudantes" e acalmaram o público com "Olhos Negros", terminando com "Namoradeira", mais um tema original. Apresentaram-se muito divertidas em palco e com algumas piadas bem conseguidas.

Depois de um intervalo, para saciar o estomâgo, surgiu a 3ª Tuna a concurso a Tuna Académica Feminina do Instituto Politécnico de Castelo Branco que iniciou a sua actuação com um medley de músicas de Carlos Paião como "Pó de Arroz", "Cinderela" e "Playback", com direito a pandeiretas e estandartes. Em seguida uma música de solista (não registei o nome) e seguiram com a "Desfolhada". Apresentaram em seguida "Serenata", tema original e como tema Instrumental um meddley de música dos "ABBA". Terminaram a actuação com "Ferreiro" com pandeiretas, estandarte e bandeiras. Esta Tuna apresentou-se com poucos instrumentos em palco, em que se destaca a sua violinista.

E para finalizar as Tunas a concurso, e vindas de Lisboa, A Feminina começou a sua actuação com o "Barco Vai de Saída" com a solista a não complicar e seus estandartes e pandeiretas a brilhar. Seguiu-se o tema instrumental também com boa qualidade e mais uma vez para a solista mostrar as suas qualidades interpretaram "Maria Lisboa". Em seguida cantaram "Molineiro" e "Venham mais 5", terminando a actuação com  "O Ferreiro" com direito a todo o espectáculo de pandeiretas e estandartes.

Em seguida actuou a Tuna da casa, Feminis Ferventis - Tuna Académica Feminina da Universidade do Algarve. Iniciou a sua actuação com um arranjo de um tema das Tucanas “Molhar o pé” seguido do original "Sina de uma Caloira". Prosseguiu com o seu instrumental do filme de Che Guevara, seguido do original "Despedida". Depois de chamar os antigos elementos da tuna a palco terminou a sua actuação com “Hino da Tuna”. 

O júri deliberou o seguinte:


Melhor Pandeireta: A Feminina
Melhor Estandarte: A Feminina
Melhor Solista: A Feminina
Melhor Instrumental: Tuna D'Elas
Melhor Original: Tuna D'Elas
Tuna mais Tuna: TAFUÉ
Melhor Tuna: A Feminina

A festa seguiu com muita animação para o Shake com música Brasileira a animar a malta.
Aguarda-se pela próxima edição do Moura Encantada. Parabéns Fefés e muito obrigado pela recepção e simpatia.

Reportagem por:
Denise “Panamá” e Gabi

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

VII Noites em Tuna, o rescaldo...


Foi com muito gosto que, a convite da Tuna Feminina de Enfermagem do Porto, estive presente em mais um fantástico Noites em Tuna, desta feita pela sua sétima edição, onde a grande vencedora foi a Tuna Feminina da Universidade Católica Portuguesa – Porto.

Após alguns imprevistos, e por motivos de Luto Académico, a data inicial do festival foi adiada. No entanto, a Academia do Porto deslocou-se em peso ao Cinema Batalha, fazendo com que este evento se torna-se num grande espectáculo, recheado de um enorme espírito académico.

A primeira tuna a actuar foi a Tuna da Universidade Católica Portuguesa – Porto, os padrinhos da tuna organizadora. Iniciou a sua actuação inspirados nos temas do Festival da Canção, interpretando “Oração”, de António Calvário e “Desfolhada”, de Simone de Oliveira. Seguiram com “Maria Lisboa”, onde se destacaram as suas pandeiretas, terminando com ritmos colombianos, de Carlos Vives “La Cartera”.

A primeira tuna a concurso foi a Tuna Feminina da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto. Iniciou a sua actuação com uma adaptação da música "Eu sei" de Sara Tavares seguido de um conhecida música de Zeca Afonso, "O que faz falta". Prosseguiu com o seu instrumental “Ecos d'Harém” e com "Hora de Fechar". Terminou como seu hino "Tudo Isto é Tuna" numa adaptação de um fado de Amália, onde se destacaram as suas pandeiretas.

Seguiu-se a Tuna Feminina de Economia do Porto. Iniciou a sua actuação com o instrumental “Tanto Mar”, de Chico Buarque, onde se destacou a interpretação das suas pandeiretas, seguido de um original “Porto por Companhia”. Prosseguiram com ritmos latinos, de Rosana interpretaram “Fuego Lento” e de Célia Cruz “La vida es um Carnaval”. Terminaram a sua actuação com a conhecida “Desfolhada” de Simone de Oliveira.

Depois de um curto intervalo, seguiu-se a actuação extra-concurso da Tuna Académica de Enfermagem do Porto. Iniciou a sua actuação com dois originais “De mais ninguém” e “Trovador”. Prosseguiu com “A tua canção”, um original da Infantuna de Viseu, terminando com um arranjo de uma música popular do Porto “Catraia do Porto”.

Já a concurso sobe a palco a Tuna Feminina de Medicina do Porto. Iniciaram a sua actuação com “Lendamendeu” seguido de “Porto de Histórias” e o seu original “Para ti”. Prosseguiram com o seu instrumental, o conhecido tema de Astor Piazzolla, “Libertango” e de Adriana Mezzadri interpretaram “Te Tiengo Medo”,onde se destacou a interpretação da sua solista. Terminaram a sua actuação com mais um original “Última Queima”.

Por fim a concurso, esteve a Tuna Feminina da Universidade Católica Portuguesa. Iniciaram a sua actuação com “Amorosa Guajira” seguida do seu já conhecido “Porto Velhinho", onde se destacou a interpretação das suas pandeiretas, prosseguindo com o seu instrumental “Moorea”. Seguiu-se com "Água de Beber", de Tom Jobim e “Ser Fantasia”, uma música a de Chico Buarque e Maria Bethania, terminando a sua actuação com um fado de Mariza, o “Fado Tordo”.

Para terminar a noite em grande, subiu a palco a tuna organizadora deste festival, a Tuna Feminina de Enfermagem do Porto. A sua actuação começou um pequeno arranjo de “Tu Guitana” seguido de um bonito hino à cidade invicta "Recado ao Porto”. Prosseguiu com a sua versão de “Todas as ruas do Amor” seguido do seu instrumental, retirado da banda sonora do “Le fabuleux destin d'Amélie Poulain” onde se destacaram as pandeiretas. Em seguida tocou "Chave dos Sonhos" e por fim, em jeitos de hino “Noites em Tuna”.




No fim o júri deliberou…

Melhor Pandeireta: Tuna Feminina da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
Melhor Estandarte: Tuna Feminina da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto
Melhor Solista: Tuna Feminina de Medicina do Porto
Melhor Instrumental: Tuna Feminina de Medicina do Porto


Tuna mais Tuna: Tuna Feminina de Economia do Porto
Melhor Tuna: Tuna Feminina da Universidade Católica Portuguesa



Resta-me agradecer o amável convite por parte da Tuna Feminina de Enfermagem do Porto, na pessoa de Ana Leão e, claro às amigas de sempre Panamá, Carapinha e Magalhona...

Muitos parabéns e claro, até para o ano!!!

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

VII FITAM...


Data: 4, 5 e 6 de Dezembro de 2009
Local: Matosinhos
Tuna Anfitriã: Tuna Académica do IPAM

Nos dias 4, 5 e 6 de Dezembro a cidade de Matosinhos recebe mais uma vez o FITAM, o Festival de Tunas do IPAM – Cidade de Matosinhos. Já na sua sétima edição e com a organização da Associação Tuna Académica do IPAM – Cidade de Matosinhos, contará este ano com a presença de 12 tunas, divididas entre sexta e sábado.

Arrancando na sexta-feira à meia-noite com uma serenata à cidade, na escadaria da antiga biblioteca Florbela Espanca, o FITAM será antecedido do 1º Encontro de Tunas Académicas de Matosinhos, o ETAM. Terá lugar às 21h no auditório da Obra do Padre Grilo em Matosinhos, e contará com a presença da Tuna Académica de Oliveira do Douro, ARTUNA – Tuna da ESAP (Porto), Horizontuna – Tuna Feminina de Matosinhos, K’rica Tuna – Tuna Feminina de Enfermagem de Oliveira de Azeméis e da Tuna do Distrito Universitário do Porto.

Por volta da meia-noite as tunas participantes do VII FITAM, o Real Tunel Académico de Viseu, a Tuna de la Universidad Autónoma de Madrid, a Tuna Académica de Biomédicas, a Tuna Académica do ISEP e a Tuna de Tecnologia da Saúde do Porto encantarão as donzelas de Matosinhos na Serenata à Cidade, evento englobado no VII FITAM.

Na tarde de Sábado, dia 5, as tunas irão desfilar, tocando e cantando, pelo Parque Basílio Teles, antes de se reunirem no Salão Nobre da Câmara Municipal de Matosinhos onde na presença do senhor Presidente, Dr. Guilherme Pinto, serão recebidos oficialmente à cidade.

As 21h de Sábado, terá lugar no Teatro Constantino Nery, com entrada gratuita, a VII edição do Festival de Tunas do IPAM – Cidade de Matosinhos, onde as tunas participantes disputarão entre si os vários prémios existentes, sendo o mais disputado, o Grande Prémio FITAM que premeia a melhor tuna em todo o certame.

A Tuna Académica do IPAM – Cidade de Matosinhos estende o convite a todos os matosinhenses para não perderem este evento.

Para mais informações:

VII Noites em Tuna, ADIADO...



Posto isto, o programa do Festival mantém-se, bem como as Tunas participantes e convidadas. Será então no dia 26 de Novembro pelas 21h no Cine-Batalha e desta vez com uma pequena alteração: o Festival será em homenagem a Flávio Serzedello.

domingo, 15 de novembro de 2009

VII Noites em Tuna...


Local: Cine-Batalha, Porto
Data: 20/11/2008, 21:00h
Tuna Anfitriã: Tuna Feminina de Enfermagem do Porto


E é já na próxima Sexta-Feira, dia 20 de Novembro, que se irá realizar o nosso VII Festival de Tunas Femininas - VII Noites em Tuna. O Festival será no Cine-Batalha pelas 21h e contará com a presença de 4 tunas a concurso e 2 convidadas. Como Tunas a concurso teremos:
 
•Tuna Feminina de Engenharia da Universidade do Porto
•Tuna Feminina de Medicina do Porto
•Tuna Feminina da Universidade Católica Portuguesa - Porto
•Tuna Feminina de Economia do Porto

Como Tunas convidadas:

•Tuna da Universidade Católica Portuguesa - Porto
•Tuna Académica de Enfermagem do Porto




A noite acabará com uma festa já conhecida,"Turno da Noite", em que teremos como Djs convidados os "Doubletrouble". A Festa de Encerramento realizar-se-á no Restaurante/Esplanada do Cine-Batalha pelas 2h. A entrada é de 2€ com direito a uma bebida. Contamos convosco para se juntarem a nós nesta que todas esperamos que seja uma oite fantástica!


Bilhetes à venda:
- Escola Superior de Enfermagem do Porto (AE e na Banca da Tuna)
- Cine-Batalha
- Associações de Estudantes de Economia, Engenharia, Medicina e Católica.



Preço:
-Estudante ESEP - 2,5€
-Estudante - 3,5€
-Não Estudante - 4€
-No dia - 5€

Reservas ou informações:
-912502738
-916484444

Mais informações em:
-
http://tfenfp.blogspot.com/

sábado, 14 de novembro de 2009

VII Moura Encantada...


Local: Grande Auditório da Universidade do Algarve, em Gambelas
Data: 21/11/2008, 21:30h
Tuna Anfitriã: Feminis Ferventis



De todos os festivais, há um que nos diz mais...
Uma vez féfe, féfe para sempre... Assim passaram 7 anos...

Com muito trabalho e dedicação a Feminis Ferventis - Tuna Académica Feminina da Universidade do Algarve - orgulha-se de apresentar, pelo 7º ano consecutivo o Festival de Tunas Femininas - o VII Moura Encantada.

Para quem nunca teve oportunidade de assistir dizemos apenas que tente aparecer, com a garantia de que terá um serão muito divertido. Aos que já conhecem temos a certeza que não vão querer faltar porque sabem o que perdem.

A concurso:
- Tuna d'Elas - Tuna Feminina da Universidade da Madeira
- A Feminina - Tuna Feminina da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa
- TAFUÉ - Tuna Académica Feminina da Universidade de Évora
- TAFIPCB - Tuna Académica Feminina do Instituto Politécnico de Castelo Branco

Extra-concurso:
- Versus Tuna, Tuna Académica da Universidade do Algarve
- Feminis Ferventis, Tuna Académica Feminina da Universidade do Algarve



Para informações e reservas contacte:
feminisferventis@gmail.com
http://www.feminisferventis.blogspot.com/

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

XIII Noites de Serenatas, o rescaldo...

E assim se viveu mais uma noite fantástica, uma verdadeira noite de música e tradição onde a TFISEL -Tuna Feminina do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa saiu como a grande vencedora.

O festival teve início no dia 6 de Novembro com uma Noite de Fados, no Auditório do Museu Marítimo de Ílhavo, sendo que as primeira fadistas a subir a palco, representaram a tuna da casa, interpretando os temas “Dar de beber à Dor”, “Loucura” e “Chuva”. Seguiu-se a TFISEL com “Lá porque tens cinco pedras”, a TFUCP com “Estranha forma de vida” e a ATITUNA com “Búzios”. Seguiu-se um curto intervalo, e já com a apresentação dos Jograis do Orfeão Universitário do Porto, subiram a palco a ATITUNA com o “Fado da procura”, a TFISEL com “Lisboa e Tejo” e a TFUCP com “Medo”. Depois de mais um intervalo, subiu a palco a GATUNA com “Foi Deus” e “Rosa Branca” seguida da actuação do Real Túnel Académico, Tuna Universitária de Viseu.
















A festa continuou noite dentro pela mítica “Praça do Peixe”…
Depois de um acordar difícil... e de um belo repasto pelas cantinas da Universidade de Aveiro, o Passacalles deu-se no Centro Comercial Glicínias, antevendo uma grande noite de festival.

A XIII Noite de Serenatas Femininas começou com a actuação da tuna da casa com “Ria Sentida” seguida de um tema açoriano onde se destacou a prestação do seu estandarte.

A primeira tuna a concurso foi a GATUNA – Tuna Feminina Universitária do Minho. Com cerca de 24 elementos iniciou a sua actuação com “Trovas ao Vento” seguido da sua serenata “Um cantinho e nós dois”. Prossegui com “Pensando em Ti”, onde se destacaram as suas pandeiretas, e com “Con Los Años Que Me Quiedan” de Glória Estefan onde se destacou a expressividade e o sentimento da sua solista. Seguiu com o seu instrumental, de Ann Tiersen “Déjà Loin”, terminando com um priginal “Estudante Minhoto”.



A esta seguiu-se a ATITUNA – Tuna Feminina da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto. Com cerca de 25 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com "Recuerdos Bolivianos" uma música bastante animada, onde se destacou o seu porta-estandarte, seguindo-se com da sua interpretação de "Vou Dar De Beber À Dor" e da sua serenata “Aconteceu”, de Ana Moura. Prosseguiu com uma adaptação da música de Sérgio Godinho “É tão bom”, mais conhecida por ser o genérico dos “Amigos do Gaspar”, terminando a sua actuação com uma música que já as identifica "Criatura da Noite".



Seguiu-se a TUNA MARIA – Tuna Feminina da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa. Com cerca de 21 elementos iniciaram a Actuação com “Perdigão” uma música com letra de Luís de Camões onde se destacou a interpretação da sua solista seguida do seu instrumental adaptado do filme “Le fabuleux destin d'Amélie Poulain”. Prosseguiu com o seu original “Alma Dividida” seguido de “Sol de Inverno”, terminando com um medley de Marchas Populares onde se destacou as suas pandeiretas e o seu estandarte.



Depois de um curto intervalo, esteve em palco extra-concurso, mais uma tuna da casa, a Magna Tuna Cartola. Com cerca de 26 elemento em palco, e numa divertida e irreverente actuação interpretaram temas como “Chuva”, “Macho Português”, “Círculo de Leitor” e “Triste História”.





Seguidamente subiu a palco a TFISEL – Tuna Feminina do Instituto Superior de Engenharia de Lisboa. Com cerca de 15 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com um tema à capela “Luísinha” seguido do seu original “Ode à Tuna”, onde se destacaram as suas pandeiretas. Prosseguiu com o seu instrumental “Desfolhada” e “Sonho Tunante”, mais um original onde se destacou a prestação da sua solista. Seguiu com “Rapazote” terminando com seu “Estudante Trajado”.






Por fim a concurso, esteve a Tuna Feminina da Universidade Católica Portuguesa. Com cerca de 19 elementos, iniciaram a sua actuação com ritmos brasileiros com "Água de Beber". Seguiu-se com "Porto Velhinho", onde se destacaram as suas pandeiretas, e com “Ser Fantasia”, uma música de Chico Buarque e Maria Bethania. Prosseguiu com o seu instrumental “Moorea” e com uma música em tons de ritmos latinos, terminando a sua actuação com um fado de Mariza, o “Fado Tordo”.





Enquanto o júri deliberava, subiu novamente a palco a tuna da casa, a Tuna Feminina da Associação Académica da Universidade de Aveiro. Iniciou a sua actuação com o seu instrumental “Capa Negra” seguida de “Garça Perdida” e “Todas as Ruas do Amor”.







Ficam no fim os resultados…

Melhor Pandeireta: GATUNA
Melhor Estandarte: ATITUNA
Melhor Solista: TUNA MARIA
Melhor Serenata: TFISEL
Melhor Fado: TFISEL
Melhor Instrumental: TFISEL


Tuna mais Tuna: TFISEL
Melhor Tuna: TFISEL


… e uma noite muito bem passada, cheia de animação e de muito convívio, muita música, claro, MUITA FETA!!!!

Obrigada às meninas da TFAAUA pela excelente recepção!