domingo, 25 de outubro de 2009

VII TERRAS DE CANTE, o rescaldo...

Foi nos dias 23 e 24 de Outubro que decorreu a VII edição do "Terras de Cante" – Festival Internacional de Tunas Universitárias da Cidade de Beja. A EUL – Estudantina Universitária de Lisboa, foi a grande vencedora deste fim-de-semana Beja! Foi sem dúvida um grande festival, não só pelas tunas presentes, mas por todos os amigos e tunos que se deslocaram a Beja para o convívio que um festival deste cariz proporciona.

Na sexta-feira, após a recepção das tunas, o jantar ocorreu no Restaurante Marisqueira Marisbeja‎. O clima era de festa e muita animação predizendo um “cheirinho” do que seria um grande fim-de-semana. A festa entrou pela noite dentro pela discoteca KARAS.


O acordar foi difícil, depois de umas poucas horas de sono… Depois de um belo repasto no Clube de Ténis, teve lugar o Passa-calles por entre a Rural Beja, bastante animado e divertido, permitindo o contacto com a população.



O início do festival começou com a actuação da Tuna Feminina Universitária de Beja. Com cerca de 24 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com uma moda alentejana à capela, “Maria Campaniça” onde se destacou o excelente arranjo de vozes. Seguiu-se com “Feira de Castro”, um Medley de músicas tradicionais alentejanas terminado com “Riancheira”.



A primeira tuna a actuar foi a Copituna d´Oppidana – Tuna Académica da Guarda. Foi um espectáculo bastante coerente e animado. Com cerca de 27 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com a leitura do poema "A Morte Saiu à Rua", prosseguindo com o seu instrumental original, “Domingo à Tarde” onde se destacaram os seus estandartes. Seguiu com o seu original “Guitarra de Ilusões” onde se destacou o seu solista, e com os seus conhecido temas “Menina Caloira” e "Capa ao Ombro", terminando com uma nobre homenagem a Carlos Paião, “Reviver Carlos”, com temas como “Lobo do Mar”, “Pó de Arroz” e “Playback”.



Seguiu-se a actuação da Imperial Neptuna Académica – Tuna da Cidade da Figueira da Foz. Com cerca de 18 elementos em palco, deleitaram os presentes com uma actuação bastante animada e muito ritmada. Iniciaram com “Olá Beja” seguido clássico de António Variações “Estou além” onde se destacou a prestação do seu porta-estandarte. Seguiu-se com o seu instrumental e com o seu original “Louco Desejo”, uma linda serenata dedicada a todas as mulheres. Terminou a sua actuação com o seu animado “Mix Figueirense” com todo o auditório ao rubro.



A terceira tuna actuar veio da nobre cidade invicta, a Tuna do Distrito Universitário do Porto. Com cerca de 18 elementos em palco, iniciou a sua actuação com o seu original “Meu Porto sem Par” e “Mariposita” onde se destacou a prestação dos seus pandeiretas. Prosseguiu com o animado tema “Raparigas Belas” e “Aquella Tarde” onde se destacou o seu solista. Terminou com o conhecido tema “Casa Portuguesa”.


A terminar o rol de actuação de tunas a concurso, esteve a Estudantina Universitária de Lisboa. Com cerca de 19 elementos em palco, iniciou o seu espectáculo com um excelente arranjo e interpretação vocal do tema “Amor a Portugal”. Seguiu com o instrumental entronizado por Júlio Pereira, “Bandolinata” e com uma adaptação do bonito tema de Ary dos Santos “Toirada”. Prosseguiu com uma adaptação do “Fado Português", onde se destacou a interpretação do seu solista, terminando a sua actuação com o tema “Sinos da Sé”.



Por fim subiu a palco a tuna da casa, a Tuna Universitária de Beja. Com cerca de 22 elementos em palco, iniciaram a sua actuação com “Meu Alentejo”, seguido do conhecido tema “El Talismã”. Seguiu-se com “Serenata” terminando com a sua actuação com “Piel Canela” .





No fim o júri decidiu…

Tuna + Tuna: Estudantina Universitária de Lisboa
Melhor Passa-calles: Imperial Neptuna da Figueira da Foz

Melhor Pandeireta: Tuna do Distrito Universitário do Porto
Melhor Porta-estandarte: Copituna - Tuna Académica da Guarda
Melhor Solista: Estudantina Universitária de Lisboa
Melhor Serenata: Tuna do Distrito Universitário do Porto
Melhor Instrumental: Estudantina Universitária de Lisboa

2º melhor Tuna: Tuna do Distrito Universitário do Porto
Melhor Tuna: Estudantina Universitária de Lisboa

A noite foi longa, continuando noite dentro pelas ruas de Beja, nomeadamente pelo RITUAL e pelo KARAS. Cada vez mais tenho a certeza que os festivais de tunas não são competições, são um local comum de encontro e reencontro de amigos. O espírito que se sentia era fantástico, cheio de alegria, tradição e espírito académico aliado ao mais nobre espírito tunante. Muitos parabéns TUB, e claro, até para o ano!

42 comentários:

campaniça disse...

engraçado...não era a estudantina que era a tuna com "t" pequeno?

quem me explica como é que uma tuna com "t" pequeno pode ganhar o 1º prémio dentro e fora do palco?

alguém anda extremamente equivocado...

Anónimo disse...

PUMMMM!
É em palco e fora dele que se responde, e se mostra quem contribui para quê.
Mas é verdade que o "t" em Estudantina, é pequeno, lá isso...

Anónimo disse...

Eu questiono algo mais importante.
Como é possível que essa Tuna, supostamente com "t" grande tenha passado o fim de semana todo a insultar as restantes tunas e com provocações baratas e no final recebe o prémio de Tuna+Tuna? (sendo também efectivamente a Tuna que menos Tuna foi fora de palco)
Alguém responde?

Marta disse...

É o chamado "voodoo". LOL.
Já assisti a tunas que ganharam o tuna mais tuna sem quase terem estado presentes. Sem ninguém as ter visto fora de palco. Não estou a falar deste caso em particular, até porque acho que passei mais tempo em viagens do que no recinto em contacto com as tunas.
Já vi tunas ganharem melhor instrumental sem instrumental, melhor solista sem solista. Por isso...
Acho que podia dissertar uma tarde inteira sobre esse assunto. Culpa de premiar uma tuna que não é efectivamente a mais tuna? 100% organização, é deles a responsabilidade da atribuição desse prémio (ou então não, acabei de colocar uma pergunta dentro deste género no PTunas). Uma coisa é certa... Eu vi o checksound e vi bem o "engonhar" que essa tal tuna fez, ao ponto de esticar o checksound até não poder mais. Provocação barata, assisti a uma. No entanto, esse tipo de tunas tem um "jogo de cintura" muito bom para ludibriar organizações (o PTunas é um óptimo local para continuar a discutir esse ponto, até já tem tópico aberto). Ou então pertence ao grupo d'Os Intocáveis, que pessoalmente é um conceito que me começa a chatear bastante.

Marta disse...

E... atenção... nada contra a EUL. Fez uma boa actuação. Mas... e porque hoje estou numa de questionar tudo e todos, até gostava de ver a dita tuna sem a vedeta. Sobrava a Bandolinata e os meninos do coro??

Anónimo disse...

Por outro lado, também há tunas, que sem as comésticas audiovisuais, não passam de tunas (musicalmente) banais.
Não se pode ganhar sempre, é necessário humildade para reconhecer que há outros melhores que nós.

Anónimo disse...

:D

bem quanto a parte das provocações baratas as outras tunas durante o fim de semana todo não sei onde isso foi visto... eu estive em beja o fim de semana inteirinho e não vi nada, e olha que tive sempre com as tunas...

mas pronto, muito sinceramente isto o que me parece é um pouco daquele sindrome que se chama Dor de Corno! Mas isto sou só eu que digo!

E ainda digo mais, o prémio de Tuna Mais Tuna foi merecidissimo por parte da Tuna que o ganhou, demonstrando algo que já não se via há 10 anos :D !!!

viva as tunas com "t" pequeno (no meio do nome claro)

Anónimo disse...

aquele rapaz da tusófona não fala aqui? ou ainda não descobriu esta fonte de auto-promoção?

Anónimo disse...

ui...

se ele descobre...

acho que ele não tem intelecto suficiente para isso...

já agora Marta quem és tu? peço desculpa pela pergunta mas pelas tuas palavras achas-te uma pessoa muito sabida e muito importante... mas como eu ja ando nesta vida há 10 anos e nunca ouvi falar em ti... gostaria de saber o que te faz falar tanto e com tantas certezas (ou tão poucas)...

Anónimo disse...

Bem eu cá não pude ir até Beja este ano, com um grande pesar mas estou a ver que para uns foi animado, e para outros a animação passou ao lado...

Eu cá também acho que...se o pessoal das Tunas (no qual até me insiro) é humano, e o ser humano não é perfeito e erra...logo...o pessoal das Tunas não é perfeito, e erra! Silogismo mais que real ahah Histórias existem sempre, rivalidades também e pessoal um pouco ludibriado pelos liquidos alcoolicos que inserem no seu sistema digestivo muito mais!

Não vamos fingir que tudo é perfeito, mas não exageremos!

VIVENDO, BEBENDO E APRENDENDO! =)

Marta disse...

Não respondo a anónimos. Não me parece que tenha de dar justificações seja a quem for.

Anónimo disse...

Referi num post aqui insultos sucessivos da parte de elementos da EUL. É certo que não foi caso geral, foi uma mão cheia deles que o fez,não todos, mas que o caso existiu tambémé uma certeza e como sabemos a atitude de um pode afectar o grupo todo. O porquê não posso ser eu a responder.
As bocas que aqui surgem relativas a outras tunas foram no mesmo espírito, deslocadas, despropositadas e desnecessárias pois ninguém estava a falar de ganhar e sim de atitudes impróprias.
E quanto ao "que não se via há 10 anos" não sei do que falam, mas é realmente verdade que um pequeno grupo de 7 ou 8 estudantinos teve um comportamento tunesco quase exemplar e bastante divertido,o resto da Tuna é que só se viu em palco. Mas isso não é a Tuna e sim meia duzia de Tunos.
Não vale a pena falar mais sobre isto. O caso passou, o festival acabou,o que lá vai, lá vai. Esperemos quenão se repitam as partes más.

Anónimo disse...

"Por outro lado, também há tunas, que sem as comésticas audiovisuais, não passam de tunas (musicalmente) banais."

E as tunas que são brilhantes musicalmente e não são consideradas tunas? E as tunas que fazem milhares de pessoas pelo país todo aplaudir de pé mas que são "banais" musicalmente?
Não sei em que tempos Estuda\Estudou mas para uma tuna ter em palco pessoas actualmente, sem contar com as algumas afortunadas que podem fazer "trials" é muito difícil reunir e manter a mesma qualidade ao longo dos tempos.

"o prémio de Tuna Mais Tuna foi merecidissimo por parte da Tuna que o ganhou, demonstrando algo que já não se via há 10 anos :D !!!"

Querer afirmar que todos os elementos de uma tuna são perfeitos e pior.. estar sempre com as "tunas" todas e saber "tudo" o que se passa.. Omnipresente? Ainda falta tempo para o Natal.
Infelizmente, encontros menos felizes acontecem no seio das tunas, ou por álcool, ou por ter um "t" minúsculo...

Mas também pergunto se não se confundem provocações com amizades... a linha para quem não sabe é ténue.




Não vou deixar de fazer um pequeno reparo. Sou leitor assíduo de blogs sobre tunas e outros assuntos. Mas há uma coisa que encontro sempre : "mas como eu ja ando nesta vida há 10 anos e nunca ouvi falar em ti..." Pessoas que se assumem mais sábias que outras, mas escondem-se pelo nome de Anónimo...


Abraços tunantes

Anónimo disse...

O mesmo anónimo de cima -


P.s - Excelentes reportagens vídeo ;) haja gente com ideias*


Parabéns pelo blog e que continuem por muito tempo. Só gostava é que de vez em quando tentassem por vídeos de todas as tunas, nem que seja um minuto.

Carolina Mendonça disse...

Alo a todo/as

Parece que o "Corte & Confecção" já vai longo...

Apenas me sinto na necessidade de responder a este último anónimo.
Acho que não faz sentido por um filme de apenas um minuto de cada tuna... Sei, que sem dúvida a escolha poderá ser tendenciosa, mas é o que se arranja.


Carolina

PS: parece-me ser um bocado idiota a ideia de postar como Anónimo. Cada um terá as suas ideias e/ou razões para o fazer, mas não seria muito mais construtivo e genuíno se a troca de ideias fosse assumida?

El Yacaré!!! disse...

Grande Festival. Muito bom!

Parabéns à rapaziada da EUL. Estiveram muito bem, em palco e fora dele. Gostei :)

Um abraço do Porto

André Pereira
Tuna Académica do IPAM - Cidade de Matosinhos & Tuna do Distrito Universitário do Porto

Bruno disse...

Boas,

Obrigado pelos comentários de apreço André. Também gostei de vos rever. É sempre bom rever velhos amigos.

Abraços da Capital!

Bruno "Ravanelli" Dias - Estudantina Universitária de Lisboa

Anónimo disse...

a incontinência na web somada a uma presunção de conhecimento q apenas revela o contrário são o resultado de uma postura já conhecida pq habitual de quem a tal triste figura se vem prestando sistematicamente. Ninguém é tão sonso assim p/n perceber. Depois usa-se uma táctica tão antiga chamada de "testa de ferro" a passar recados q assim são tidos como de alguém q não parece parte interessada na matéria qd o é. Está p/ fazer um ano e não houve tanta diligência como agora, provavelmente pq o resultado foi outro. Como ainda há três semanas atrás deu-se o mesmíssimo desfecho [para alguém] e de lá para cá a nada se assistiu nem sequer se poderá dizer parecido. Engraçado.

há um alvo [ou mais] a abater [o q é tempo perdido] e sempre q alguém se cruza com alguém em concreto. até se usa a boa fé de terceiros q apenas querem proporcionar um bom fds a todos os seus convidados. É k desta vez n houve muleta audiovisual, o k aqui neste festival é a mesma coisa haver ou não.

o silencio é de ouro. Até pq quem n o sabe gerir arrisca-se a ficar mal. ensaie-se mais e tecle-se menos.

Anónimo disse...

Que browser é que utilizam para ver os vídeos? Não consigo abrir os de Beja... =S Se estiverem alojados no youtube. podem postar os links directos aqui?

Tenho pena q venham manchar a imagem deste blog, cm comentários d "amena cavaqueira". Como eu já tantas vezes ouvi dizer, até de mais admito, mas não me fazem esquecer "gostos são gostos".

"Até pq quem n o sabe gerir arrisca-se a ficar mal. ensaie-se mais e tecle-se menos."
Como eu te percebo e o primeiro passo é admitir q se está errada. Será q já o destes?

Anónimo disse...

Ya!

Td isto foi causado por alguem k n é de tuna nenhuma!!! dahh!!!!Loooollllll.

É uma kabala! Só na madeira é k n há kabalas!!!

Marta disse...

Não querendo entrar em comentários e "esmiuçamentos" de anónimos, mas também porque sei interpretar as coisas, resta-me acrescentar que fique aqui muito bem claro que tudo aquilo que aqui foi escrito, comentado e opinado da minha parte são palavras, textos e ideias meramente pessoais e de carácter individual. É por isso que assino com o meu nome e a minha conta pessoal do blogger (cujo principal blog foi apagado há um ano, por motivos profissionais), e não como anónimo ou ID livre sem link.
Podia dizer mais meia dúzia de coisas, mas pelos vistos, pessoa que não é de tuna nenhuma, não tem direito a opinião. Não pode falar sem ficar imediatamente ligada ao nome de uma tuna. Se calhar, até é vista por alguém como "testa-de-ferro", que por acaso é algo que não me parece que a(s) pessoa(s) em questão precise(m).
Que fique ainda claro que o tópico por mim colocado no PTunas acerca das palavras proferidas pelo júri no referido festival, é curiosidade individual da minha parte, já esclarecida (infelizmente, por ninugém da organização. É pena).
Pois bem, que se ensaie mais e tecle menos. Da minha parte, vou continuar a ler o que por aqui se escreve, mas prefiro alhear-me a qualquer tipo de resposta. No entanto, parece que as muletas, sejam elas quais forem, continuam a chatear muita gente. Como alguém dizia há uns tempos, falem bem ou mal, o que interessa é que se fale.
E pelos vistos, o que se passou há um ano, ficou entalado nas gargantas de muita gente. Pena é que quem tocou nesse assunto, também não tenha contado a maneira como se acercou do júri no final do evento, em questões que nada dignificam uma tuna que se designa com "T" grande. Na verdade, só se conta o que interessa, não é?
Pois bem, boas "festivalites" para todos. A minha participação nesta questão terminou, e qualquer dúvida poderá ser esclarecida pela minha pessoa noutro local. Pelos vistos, a minha identidade não é assim tão desconhecida, ao ponto de fazerem associações de pessoas.
Termino apenas relembrando que tenho vontade própria, ideias próprias, opinião própria, e que tudo o que aqui escrevi é da minha inteira responsabilidade.
Cumprimentos.

Anónimo disse...

¿Por qué no te callas?

Anónimo disse...

Quando se dão ao "luxo" de participar nos melhores festivais, poderá dar-se o "luxo", de aparecerem outras tunas, que se dão ao "luxo" de serem melhores.
Os comentários podem ser da exclusiva responsabilidade de quem os escreve, mas quem fica na fotografia é a tuna associada, e neste sentido ainda gostava de saber qual a opinião deles,se concordam com aquilo que determinadas individualidades escrevem, ou se simplesmente estão a borrifar para os troféus, cabalas, testas de ferro e afins.

Anónimo disse...

exactamente. alguem colocou uma tuna em cheke.

Anónimo disse...

???????????????????????????

Anónimo disse...

"Colocaram uma Tuna em cheque"

Mas afinal está-se a comentar atitudes de algumas pessoas ou a tentar lavar roupa suja e criar inimizades entre organismos??

Alguém aqui, subrepticiamente, está com intenções duvidosas. Há assuntos aqui referidos que não interessam para o tema "Terras de Cante" e para ser sincero não interessam a ninguém com 2 dedos de testa.

Anónimo disse...

a tuna colocada em cheque é da preferencia obstinadamente unica da sr. provedora do publico

Anónimo disse...

Mas afinal está-se a comentar atitudes de algumas pessoas ou a tentar lavar roupa suja e criar inimizades entre organismos??

Resposta em cima

E... atenção... nada contra a EUL. Fez uma boa actuação. Mas... e porque hoje estou numa de questionar tudo e todos, até gostava de ver a dita tuna sem a vedeta. Sobrava a Bandolinata e os meninos do coro??

Anónimo disse...

Ninguém quer criar atritos, inimizades ou confusões de qualquer espécie entre organismos.
O que é certo, é que com mandato ou sem mandato, alguém levantou certas questões,( alheias à organização)que se passaram no dito festival, e que de facto colocam em cheque determinada tuna.
Pelo que se depreende do teor dos comentários de determinada pessoa, existiu uma desilusão tremenda com os prémios finais, temos pena!!

Marta disse...

Afinal parece que tenho de voltar a escrever...
O comentário que eu fiz sobre o reportório da EUL é apenas uma questão minha. Não tem NADA a ver com o festival em questão. Aliás, em muitas outras tunas que se alicerçam num único elemento, eu fiz as mesmas perguntas. E uma dessas tunas até está actualmente em sérios problemas de renovação porque o dito elemento saiu. Continuo a questionar tunas que se alicerçam num solista, num instrumentista, num determinado instrumento, ou no que quer que seja. Peguei na EUL porque esta é a reportagem do Terras de Cante. Gosto de ouvir a EUL, são uns minutos de boa música, foram justos vencedores, mas não é por isso que tenho de os pôr no pedestal sem questionar o que quer que seja.
Quanto aos prémios, acho muito honestamente que foram bem atribuídos (como há muito tempo já não via), ainda que (e por mero gosto pessoal), perante um empate técnico (segundo foi dito por fonte não oficial no PTunas), teria preferido a TDUP, por considerá-la mais eclética. Não comento um Tuna mais Tuna, porque esse não é um prémio de uma prestação que eu tenha seguido.
Não me parece que tenha colocado em cheque quem quer que tenha sido. Quem me conhece sabe bem que, clubismos à parte, o que prezo é um bom espectáculo. É para isso que pago gasolina, dormida e bilhete de entrada, quando é o caso. Contudo, se tenho dúvidas ou quero levantar questões, faço-o sempre e em meu nome individual. Não tenho nem quero ter qualquer ligação formal a qualquer tuna que seja, e espero que isso tenha ficado aqui bem claro como ponto assente, porque não o volto a repetir.

El Yacaré!!! disse...

"...perante um empate técnico (segundo foi dito por fonte não oficial no PTunas), teria preferido a TDUP, por considerá-la mais eclética..."

Obrigado :D... eheheheeh... Eu também... mas olha, não calhou ;) eheheeheheh!

Beijinhos

Anónimo disse...

Pelo que vejo está meio mundo "Anónimo" a defender uma tuna que não precisa de defesa.
Ninguém acusou a EUL de nada, comentaram-se gostos pessoais e atitudes pessoais, mas... e atenção que é um grande MAS...
Há umas boquinhas foleiras pelo meio dos post's referentes a situações passadas, de outras tunas, que seriam de evitar e que essas sim, não abonam nada a favor de certas tunas. Será de anotar que não há muitas pessoas que conheçam essas histórias e é fácil identificar de onde surgem essas verborreias verbais...
Quem escreveu sabe ao que me refiro!!!!

Miguel disse...

Ora bem....antes de tudo quero cumprimentar as responsáveis pelo blog e dizer-lhes não desistam apesar do que para aqui se lê, porque o que as tunas precisam é que hajam muitas pessoas como voçÊs disponíveis para mostrar o lado bom das tunas e o que de melhor se faz nas tunas.

Depois dizer que, a minha história das tunas remonta a 1992 e ainda hoje cá ando activo e foi nessa condição de tuno activo que estive, pela 5 vez no Terras de Cante, com muito prazer.

Por isso posso dizer que não vi nem ouvi nem provocações nem algo do género fosse de quem fosse e por aqui me fico porque parece-me uma conversa de miúdos e miúdo já não sou.

Por isso....acho que só posso deixar um conselho meus caros...ensaiem....trabalhem...depois divirtam-se com o que transmitem ao público e depois naturalmente curtam o ambiente, os amigos, as conversas as gargalhadas enfim tudo que faz parte de um festival e sejam acima de tudo TUNOS estes sim com T grande.

O resto não é relevante, tudo pode acontecer num festival e nem sempre tudo corre como esperamos e quem realmente conhece a história dos festivais em Portugal, sabe que há inúmeros exemplos de situações distintas quanto a classificações...mas o que vale isso com o olhar para trás e recordar os Km que se fez, os sitios que se conheceram, as pessoas que conhecemos, as histórias que aprendemos....isso sim é o que conta e não pseudo-guerras que mais parecem de infantários. Sabem que mais meus caros....eu não quero barulho nos corredores isso sim...e divirtam-se.

Anónimo disse...

Só para dizer que..eu gosto da vedeta..e muitos de vocês também, por isso qual será o problema de ouvir boa música entre amigos? =) Nenhum!

Abraços* Rita

Anónimo disse...

EUL em grande prestação merecedora dos prémios à mesma atribuídos. Parabéns a todos os membros e às restantes tunas que fizeram o espectáculo digno de se ver.
Aos restantes que gostam das picardias e de tentar denigrir a imagem dos tunantes, faço curativos para cotovelos dolorosos,é só contactar!

WB disse...

1º, Um reparo ao texto que diz, e passo a citar "Seguiu com o instrumental entronizado por Júlio Pereira, “Bandolinata”.
Isto porque o termo entronizado, aqui, não o consigo perceber de todo.

2º Lamento a quantidade de garotos que não têm a dignidade, idoneidade e postura de Tuno (com T grande) para se identificarem convenientemente quando aqui expõem suas ideias.
Concorde-se, ou não, com a Marta, ela, pelo menos, não se esconde cobardemente por detrás do anonimato.
Alguns comentários que aqui li não dignificam o mester tunante.
O anonimato de certos tunos, que à custa desse expediente dizem o que não diram publicamente sem máscara, apenas indiciam que seja em grandes ou pequenas tunas, pululam pessoas pouco merecedoras de fazer parte desta comunidade.

3º Parabéns à reportagem do Túnicas e à TUB pelo evento.

As Minhas Aventuras na Tunolândia disse...

O que prá aqui vai...ehehehe

Como habitualmente, não comento resultados de festivais e muito menos comentarei o "resto" acima. Assim, parabéns à TUB pelo fantástico fim de semana que nos proporcionou!

Abraços!

Nuno Sousa disse...

Boas noites.
Talvez seja um pouco tarde no tempo para deixar aqui um comentário. Temo que alguns interessados não o vejam. Mas...ficam as palavras para quem quiser ler. Vou tentar responder a uma série de coisas que li aqui. Espero conseguir e, sobretudo, não ser mal interpretado. :)
Não acho que uma tuna ganhe um festival por causa de uma pessoa, vedeta ou não. Respondendo à pergunta da Marta tenho a certeza que a EUL faria muito boa figura se a "vedeta" não estivesse lá. Como já aconteceu, aliás. Em minha opinião, apesar de haver um prémio para solista (individual), esse prémio inclui também o resto da tuna. Há que reconhecer o valor de todo o suporte dado pela tuna, tanto a nível vocal como instrumental, por trás de um solista.
Em relação às alegações proferidas por... um anónimo, só tenho a responder que há meios certamente melhores de esclarecer o que se passou que não a praça pública. Ou quer perceber as coisas ou quer simplesmente falar mal. Deixo à sua consideração. Qualquer coisa que queira esclarecer gostaria de ajudar, assim como gostaria que me ajudasse a perceber o que se passou pois é um assunto sobre o qual estou completamente a leste...
isto porque só cheguei a Beja uns 30, 40 minutos antes da actuação. Infelizmente a vida de estudante não dura para sempre e há que começar a trabalhar...o que faz com que não seja possível, no meu caso, estar presente em todas as actividades dos festivais. E acreditem que me custa muito não poder passar mais tempo nesses ambientes!
Agradeço desde já qualquer resposta que haja. Penso que ficará disponível o meu e-mail para qualquer contacto que possam querer fazer.
Para acabar, gostaria de deixar os parabéns aos responsáveis por este blog. Gosto de saber notícias sobre tudo o que esteja relacionado com tunas, uma "estranha forma de vida" que faz parte da minha história. Só agora fiquei a saber dele mas certamente vou passar a seguir.
Cumprimentos a Todos (com T maiúsculo)

Anónimo disse...

http://www.portugaltunas.com/index.php?s=forum&forumid=1&id=16589

Anónimo disse...

E em gu«imaraes tb foram gamados?????

Anónimo disse...

Bebam mais cerveja...

Toquem ainda mais música...

Aumentem as vossas amizades...

E esqueçam estas patetices de discussões estúpidas!!!

Vão ver que se chateiam menos e divertem-se mais.

As tunas vai muito mais além de espectáculos, prémios e reconhecimentos...

Carolina Mendonça disse...

Ora que belo comentário...

É mesmo isso que interessa!!!